Google

Qual o preço da desobediência?

por

Qual o preço da desobediência?


Emocionalmente Bem

Emocionalmente Bem

Emocionalmente Bem

Emocionalmente Bem

Minha reflexão de hoje sobre o preço da desobediência é baseada em uma experiência que passei durante o processo de reforma da minha casa.

Para execução do projeto e planejamento da reforma, contratamos os serviços de uma arquiteta. A profissional arquitetou um espaço na cozinha, uma bancada. Reservou o espaço e deixou 30 centímetros de um vão entre o final dessa bancada e a porta da cozinha que é uma porta de blindex. Mesmo sem visão numérica de espaço, pois sou especialista na área de desenvolvimento humano, achei muito espaço para deixar vago, aberto, mas o projeto dizia que os tamanhos estavam corretos. A arquiteta, percebendo minha insegurança em relação às medidas, fez uma alerta: se diminuir esse espaço de 30 centímetros o que vai acontecer é uma dificuldade muito grande para fazer a limpeza desse lugar.

Quando fomos realizar efetivamente a reforma, o mestre de obra fez toda marcação, mas novamente olhei os 30 centímetros e achei que realmente o projeto da arquiteta tinha deixado muito espaço, e solicitei para o executor da obra diminuir o espaço de 30 para apenas 10 centímetros. Diante desta “ordem”, o pedreiro me perguntou duas vezes: Você tem certeza? É assim mesmo que a senhora quer? Porque o projeto está de outro jeito… Eu disse: Quero assim. Vai lá e faz! E ele fez do jeito que eu tinha pedido.

Mas depois da obra concluída, fizemos o projeto e encomenda dos armários, e para nossa decepção, após a montagem dos mesmos, percebemos que ficaram apenas três centímetros para a realização da limpeza desse lugar. Por coincidência ou não, eles montaram no sábado, no final do dia, não tinha secretária em casa, e eu mesma tiver de fazer a limpeza do lugar. Sabe o que aconteceu? Na hora veio na minha mente a imagem da arquiteta e do mestre de obras me perguntando por três vezes se era exatamente aquilo que eu queria.

O que eu poderia fazer naquela hora? É claro, eu sou humana, eu fiquei com muita raiva e pensando: E agora? A única coisa que vai entrar aqui é um cano de aspirador de pó e nada mais! Mas por outro lado, isso me trouxe um novo ensinamento relacionado ao preço da desobediência.

A vida sempre nos proporciona novos aprendizados. E para muitos destes ensinamentos, Deus usa pessoas para nos alertar sobre algumas coisas, mas muitas vezes não ouvimos. No momento de decidir sobre detalhes importantes da reforma estava muito segura de mim mesma, e esta falta de respeito aos profissionais competentes da área da construção civil e a desobediência, trouxe um grande prejuízo. Mas por outro lado, quando olho para o problema, porque eu usei técnicas de reprogramação mental para liberar a raiva que eu tive naquele momento, em consequência da minha teimosia, eu aprendi que é importante respeitar as orientações dos profissionais, especialistas de cada área, neste caso a arquiteta e o mestre de obras.

É esse o meu recado para você. Quem sabe as experiências da sua vida, tem lhe mostrado lições importantes, mas você está tão focado, tão fechado, que você não tem prestado atenção nessa linguagem ao seu redor. Então presta atenção nos recados que a vida te dá porque nessas mensagens podem estar às maiores lições da sua vida.

Você gostaria de aprender uma maneira simples e natural(sem remédios), para Controlar a Ansiedade e o Estresse? Eu tenho um convite especial para você! No dia 10/10 as 20:30h, eu dar uma aula ao vivo, gratuita, via internet, na qual irei ensinar: Como melhorar drasticamente seu relacionamento com você e as pessoas ao seu redor, com 3 exercícios simples, capaz de Eliminar 70% dos Sintomas de Ansiedade em apenas 5 minutos. Clique AQUI e Faça já a sua INSCRIÇÃO.

Rosane Santos é Psicóloga, Psicoterapeuta com Pós Graduação em Psicoterapia do Trauma e Reprogramação Biológica (Nova Medicina Germânica), Formação em Gestão da Emoção e Neurociência, Palestrante e Empreendedora Digital com diversos cursos na área de Desenvolvimento Pessoal, (Autoestima Elevada em 4 Semanas, Mente em Equilíbrio e Faxina Emocional). Participa frequentemente (desde 2012) de programas de Rádio e TV, falando sobre Comportamento.

1 Comment to Qual o preço da desobediência?

Deixe aqui o seu comentário

  1. Simplismente lindo este vídeo.
    Aliás como todos os seus artigos.
    É uma pena que está tão longe, Gostaria muito
    De poder te conhecer e conversar pessoalmente
    Você é uma pessoa iluminada que nos ajuda
    A refletir sobre nós mesmo.
    Tenha muita luz.